Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Ifes conquista sexto lugar no IGC entre centros universitários públicos

Publicado: Sexta, 14 de Janeiro de 2011, 14h52 | Última atualização em Quarta, 31 de Mai de 2017, 14h30

O Instituto Federal do Espírito Santo – Ifes conquistou o sexto lugar entre os centros universitários públicos no Índice Geral de Cursos (IGC), divulgado pelo Ministério da Educação nesta quinta-feira (13). Entre os centros públicos e privados avaliados pelo IGC, o Ifes ficou em sétimo lugar no ranking nacional com 317 pontos, e obteve pontuação 4 em uma escala que vai até 5.

O IGC é um indicador de qualidade de instituições de educação superior, que considera a qualidade dos cursos de graduação e pós-graduação (mestrado e doutorado) de cada instituição. Foram avaliadas 2.137 universidades, centros universitários e outras faculdades durante o triênio 2007, 2008 e 2009. Do total, 124 receberam conceito quatro, como o Ifes, considerado bom pelo MEC.

Os dados do Ifes avaliados pelo IGC são referentes aos cursos de Tecnologia em Saneamento Ambiental (campus Vitória), Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (campus Serra), Tecnologia em Redes de Computadores (campus Colatina) e Tecnologia em Redes de Computadores (campus Serra). Apenas esses quatro cursos estavam na lista de áreas avaliadas pelo Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) nesse triênio e tiveram participação de alunos ingressantes e concluintes no exame. Atualmente, o Ifes oferece vagas em 22 cursos de graduação, e tem outros seis em curso. O Instituto também realiza nove cursos de pós-graduação e um mestrado, todos em andamento.

Cálculo IGC
O Índice Geral de Cursos monitora a qualidade dos cursos de graduação e divide as instituições por totais contínuos que vão de 0 a 500 pontos e em faixas que vão de 1 a 5. Avaliações abaixo de três são consideradas insatisfatórias pelo MEC.

Para a graduação, o cálculo do IGC considera a média dos Conceitos Preliminares de Curso (CPC) da instituição. O CPC tem como base o desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), o quanto o curso agrega de conhecimento ao aluno, além de indicadores de corpo docente, infraestrutura e organização didático-pedagógica. Na pós-graduação, o IGC utiliza a Nota Capes, que avalia a qualidade da pós-graduação numa escala de 1 a 5.

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página